Supermercados esperam vendas 11% maiores na Páscoa; preços sobem

Os supermercados brasileiros esperam registrar crescimento de 11,1% nas vendas de produtos relacionados à Páscoa este ano, apesar do aumento de preços dos itens, segundo pesquisa divulgada pela associação que representa o setor no país, Abras.

A Páscoa é considerada a segunda melhor data de vendas para os supermercadistas, atrás apenas do Natal.

Conforme o levantamento, 85% das empresas projetam vendas superiores às apuradas no mesmo período em 2011, enquanto para os 15% restantes o resultado ficará no mesmo patamar.

Ainda de acordo com a pesquisa, todos os produtos pesquisados tiveram aumento de encomenda junto a fornecedores, com destaque para bacalhau (11,3%), refrigerantes (10,4%), ovos de Páscoa (9,4%), azeites (8,8%), peixes em geral (8%) e cerveja (6%).

Em termos de preços, todos os produtos registraram aumento em relação à Páscoa do ano passado, sendo a cerveja responsável pela maior alta, de 7,7%, seguida por refrigerantes (5,9%) e ovos de Páscoa (5,9%).

Entre os importados, o bacalhau apresentou maior aumento de preço ante 2011, de 1,5%.

“A pesquisa apontou que o setor não acredita em queda de vendas nesta Páscoa em relação ao ano anterior. Isso mostra o otimismo dos supermercadistas”, afirmou o presidente da Abras, Sussumu Honda, em nota.