ESPECIALISTAS ALERTAM PARA OS CUIDADOS COM A SAÚDE DOS JOVENS NO PERÍODO PRÉ-VESTIBULAR

 Embora seja uma reação normal do organismo para se proteger de pressão emocional ou física, o estresse acaba por desequilibrar outras áreas da saúde e até mesmo interferir diretamente na organização do raciocínio lógico. E é exatamente isso que não deve ser afetado nos candidatos a vestibular. Mas, dificilmente, um vestibulando não vive o transtorno do estresse pré-vestibular. Nesta época do ano, o problema fica ainda mais evidente nos adolescentes, já que milhares deles sofrem com um certo pânico à medida que a data das provas se aproxima. Por isso, as psicólogas Alice Alexandre A. Santana e Daiane Piarete, do Hospital e Maternidade Dr. Christovão da Gama (HMCG)sugerem algumas dicas para que os vestibulandos enfrentem o desafio das provas com um pouco mais de tranquilidade.

 

A dificuldade, muitas vezes começa na hora de fazer a escolha em relação à profissão. Nesta hora aparecem os primeiros sinais de nervosismo em relação ao que está por vir, gerando instabilidade e insegurança no adolescente. Por conta disso, a ansiedade acaba se tornando um dos piores vilões. Segundo as especialistas, ansiedade é um estado natural e esperado diante de algumas situações, principalmente nos momentos em que as pessoas são avaliadas e cobradas por suas decisões. Portanto, quando essa sensação acontece, o melhor caminho é compreender sua origem através do contato e compreensão dos próprios sentimentos, para que assim seja possível lidar melhor com a situação sem ter que paralisar-se frente ao desafio. 

No vestibular é natural que o estudante se preocupe e que fique com a sensação de frio na barriga. Por outro lado, este estado passa a ser prejudicial quando ele não pensa em absolutamente mais nada a não ser nesse assunto. Neste período de preparação, não são poucos os casos em que escola e família identificam estudantes agressivos, angustiados ou deprimidos, com algum distúrbio de humor ou também de sono. 

 

Tão importante quanto estudar e se preparar para o vestibular é relaxar, praticar atividade física e nunca deixar de planejar momentos divertidos para o tempo de lazer. Exercícios físicos além de proporcionar benefícios à saúde também estão relacionados à produção de hormônios responsáveis pela sensação de bem estar, facilitando o enfrentamento do estresse. “Não há uma fórmula responsável para o melhor desempenho do aprendizado, pois cada indivíduo, de acordo com suas características pessoais, desenvolve seu método particular de estudo”, acrescentam as psicólogas.

 

Vale ressaltar que os pais também podem cooperar e contribuir com este processo oferecendo um suporte emocional adequado ao filho. Segundo as especialistas, valorizar o esforço durante o período preparatório ao vestibular, buscar compreender os aspectos emocionais envolvidos nesse processo e evitar o excesso de exigências são fatores que auxiliam muito no controle da ansiedade e do estresse do vestibulando. Outro ponto importante é nunca estudar sem se alimentar. A sensação de fome dificulta a concentração e o entendimento do conteúdo. Porém, a alimentação deve ser equilibrada para não causar efeito contrário e provocar sono, muito comum durante o processo digestivo. O melhor é seguir a clássica orientação de alimentar-se de forma leve e saudável a cada três horas, garantindo energia na dose certa. Exercícios físicos que possam aliviar as tensões são muito recomendados também, além do que ajudam a oxigenar o cérebro, onde ficarão armazenadas as informações necessárias para o sucesso no vestibular!

 

Serviço: O Hospital e Maternidade Dr. Christóvão da Gama está localizado na Avenida Dr. Erasmo, 18, na Vila Assunção, em Santo André. Informações pelo telefone (11) 4993-3700.