Cidade ganhará 900 novas lixeiras com mensagem de educação ambiental

Sai o azul. Entra o amarelo. Um adesivo que lembra um simpático “smile” (sorriso) pede à população para “jogar limpo com Santo André”. Assim é a nova comunicação visual das lixeiras que serão instaladas em Santo André a partir deste mês. No primeiro momento, serão 900 novas papeleiras – atualmente, o município possui 2 mil, mas 40% delas têm de ser repostas ao ano por conta de atos de vandalismo ou furto. A meta é chegar a 5 mil peças nos próximos três anos.

Para instalar as novas lixeiras, o Semasa, por meio do Departamento de Resíduos Sólidos, realizará mutirão para substituição. A troca começará na região central e nos centros de bairro. As azuis ainda conviverão com as novas por cerca de dois anos. As antigas que estiverem em bom estado de conservação serão recolhidas, higienizadas e receberão nova adesivação. Depois, serão alocadas em outros pontos de grande fluxo de pedestres do município. “Optamos pela cor amarela para realmente chamar a atenção do pedestre. Ela é mais perceptível, tem melhor visualização” explica o superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Sebastião Ney Vaz Jr.

As papeleiras são importantes ferramentas de combate às enchentes e de garantia da limpeza urbana, evitando que os resíduos descartados cheguem às galerias de águas pluviais e aos bueiros, garantindo assim o funcionamento dos sistemas de drenagem da cidade.

A maior parte das papeleiras está localizada nos centros comerciais, Centro da cidade e vias de grande passagem de pedestres, além de praças, parques e na Vila de Paranapiacaba. Para acompanhar as novas instalações, uma campanha de comunicação explicando a importância do uso correto das lixeiras (não jogar cigarros acesos, por exemplo) será realizada concomitantemente à operação. No material explicativo, os munícipes também terão informação sobre os canais de acesso para denunciar casos de roubo ou depredação deste patrimônio.