Turismo dentro do Brasil cresce com alta do dólar

Se o aumento do dólar vem deixando muitas pessoas preocupadas, as empresas especializadas em turismo nacional e os agentes de viagem não podem dizer o mesmo. Com a moeda americana na casa dos R$ 4, diversos viajantes vêm trocando a viagem ao exterior por um roteiro nacional.

De acordo com Gisele Reis, especialista em experiências e cultura da Vivaterra Viagens, a procura por destinos nacionais aumentou bastante. “Desde quando o dólar começou a subir, as pessoas recuaram. Enquanto algumas deixaram de viajar, outras fizeram questão do deslocamento e acabaram optando por um lugar dentro do Brasil”.

A modelo Gabriela Silva, por exemplo, tinha planos de ir para Miami, nos Estados Unidos, com o pai, a madrasta e as duas irmãs. No entanto, com a disparada da moeda norte-americana, a família achou melhor adiar os planos. Quando questionada se ainda pretende viajar para algum lugar, Gabriela diz que eles ainda não conversaram sobre isso, mas que provavelmente farão um roteiro dentro do país.

Ao contrário do que muitos pensam, o aumento do dólar vem afetando até aqueles com mais dinheiro. Segundo Gisele, vários clientes com alto poder aquisitivo estão deixando de viajar para guardar o dinheiro. “A atual conjuntura do mercado de turismo deverá continuar dessa forma até a economia se estabilizar novamente. Em 2015, vendemos muito menos pacotes internacionais do que nos anos anteriores”.

Em março, quando o dólar ainda estava na casa dos R$ 3,20, o Ministério do Turismo divulgou a pesquisa Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, na qual confirmava a intenção do brasileiro de viajar dentro do Brasil nos seis meses seguintes. De fevereiro de 2014 ao mesmo mês de 2015, houve um crescimento de 67,8% para 73,2%.