SBC promove campanha de prevenção do câncer de mama e de colo do útero

A Prefeitura de São Bernardo do Campo promove entre os dias 10 e 14 de março a Campanha de Prevenção do Câncer de Mama e de Colo do Útero. A ação ocorre nas 32 Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, nas quais serão feitas coleta para exame de papanicolau e encaminhamento para mamografia.

A expectativa é realizar mais de 10 mil exames, sendo oito mil de Papanicolau e três mil de mamografia. De acordo com dados da Secretaria de Saúde, em São Bernardo foram confirmados 177 casos de câncer de mama em 2012 e 168 em 2013. A Prefeitura realiza duas campanhas anuais para a prevenção de câncer de mama e de colo de útero, sendo que a primeira ocorre em março, Mês da Mulher, e a segunda em outubro, durante a Campanha Nacional Outubro Rosa.

Atualmente não há fila de espera para mamografias na cidade, que realiza cerca de 1.600 exames do tipo por mês. A partir do encaminhamento pela UBS, o exame é agendado para a mesma semana, ou no máximo para a seguinte. A capacidade é de 80 exames por dia. 

Durante a campanha, os resultados dos exames ficam prontos em até cinco dias; fora desse período, sai entre sete a dez dias. Caso haja a indicação de tumor, é realizada biópsia e o resultado para a confirmação do diagnóstico sai em até 15 dias, em média. 

O tratamento é realizado pelo Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), que tem capacidade de realizar pequenas cirurgias. As intervenções mais complexas são encaminhadas para o Hospital Municipal Universitário (HMU). O tratamento complementar para radioterapia ou quimioterapia fica sob a responsabilidade do Hospital Anchieta.

Câncer de mama – Na maioria dos casos de câncer de mama não há uma causa específica. Porém, há fatores que estão associados ao aumento do risco de desenvolver a doença. Consumo excessivo de álcool, obesidade na pós-menopausa, sedentarismo, tabagismo e ingestão de gordura são os principais. Os fatores hereditários são responsáveis por menos de 10% dos cânceres de mama. O risco é maior quando os parentes acometidos são de primeiro grau (pai, mãe, irmãos e filhos).

A forma mais habitual é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor. Outros sinais e sintomas menos frequentes são edemas semelhantes à casca de laranja, irritação ou irregularidades na pele, dor, inversão ou descamação no mamilo e descarga papilar (saída de secreção pelo mamilo). Podem também surgir nódulos palpáveis na axila. 

A realização de autoexame após o período menstrual ajuda a perceber precocemente alterações na mama, mamilos e abaulamentos em pele. Quando diagnosticado precocemente, há até 95% de chance de cura.

Todas as mulheres devem fazer autoexame até sete dias após o período menstrual. Deve ser realizado em pé, em frente ao espelho, deitada com uma das mãos atrás da cabeça ou até durante o banho. Não há limite de idade para esse exame.

Câncer de colo do útero – Para a prevenção desse tipo de câncer é feita coleta para o exame de Papanicolau. O material colhido segue para exame laboratorial e o resultado fica pronto em até 20 dias. Nos exames com diagnóstico positivo, o tratamento pode ser feito pelo médico da própria UBS e, dependendo da gravidade, a paciente é encaminhada para o Caism.

Para fazer o Papanicolau, a mulher não pode estar menstruada e deve ficar em abstinência sexual por 24 horas antes da coleta do material. Recomenda-se também que não seja usada pomada vaginal até três dias antes do exame.