São Bernardo assina acordo para desenvolvimento do Parque Tecnológico

Acordo de declaração com a Região da Emília Romanha, Itália, foi assinado no gabinete do prefeito nesta quinta-feira (3)

A Prefeitura de São Bernardo do Campo assinou declaração de acordo mútuo com a Região da Emilia Romanha, Itália, nesta quinta-feira (3). O documento foi assinado pelo prefeito Luiz Marinho e o secretário de Políticas Europeias de Desenvolvimento, Escola Formação Profissional, Universidade, Pesquisa e Trabalho, Patrizio Bianchi.

O acordo prevê programa de ações que incluam intercâmbio de experiências sobre temas da inovação tecnológica e social, de parques tecnológicos e de políticas para formação e o trabalho a partir das experiências da Região da Emilia Romanha; visitas para estudo sobre as políticas de inovação industrial da Rede Tecnopolis da Emilia Romanha; promoção e fortalecimento das relações entre os respectivos sistemas universitários regionais e projetos compartilhados com base em financiamentos nacionais.

De acordo com o documento será criado um grupo de trabalho, em conjunto, que deverá detalhar os procedimentos para o desenvolvimento do programa bem como fonte de financiamento para sua implementação.

O prefeito disse que se trata de um acordo estratégico, já que a cidade tem um relacionamento de longa data com a Itália, especialmente a Região da Emilia Romanha. “Estive na Itália em 1997, acompanhado do Tarcísio (Tarcísio Secoli é secretário de Coordenação Governamental, na época era do Sindicato dos Metalúrgicos) com objetivo de firmar acordo de cooperação entre os sindicatos deles e o nosso. A proposta de constituir o Parque Tecnológico em São Bernardo, certamente, resultará em renovações e incrementos competitivos para as indústrias, comércios e serviços, resultando no desenvolvimento econômico, social e político de nossa cidade e da região”.

O chefe do Executivo fez questão de agradecer a presença de Bianchi “para perpetuar a relação de colaboração que demos início hoje para os projetos que queremos desenvolver em parceria, e que estão registrados nesta declaração conjunta”.

Na oportunidade Bianchi disse que o acordo sela um novo período para ambas as regiões, já que os futuros investimentos retornam à sociedade em termos de postos de trabalho, do crescimento econômico e do aumento da arrecadação. “Desde que os parques tecnológicos foram criados na Emilia Romanha, em 2004, a qualidade dos produtos melhoraram, especialmente para o setor de materiais para diversos ramos da indústria”, disse.

De acordo com Bianchi, a região tem diversos parques que foram desenvolvidos em torno de cada universidade. “Mas, a ideia agora é transformar todos em um único parque científico”, disse.