Procon de Santo André retoma fiscalização e autua dois hipermercados

Um dos estabelecimentos não possuía exemplar de Código de Defesa do Consumidor; falta de preços em mercadorias e divergência de valores entre gôndola e caixa também foram registradas

 Após retomar o serviço de fiscalização, nesta semana, o Procon andreense começou a inspecionar estabelecimentos comerciais na cidade. Nos primeiros dias de trabalho, uma equipe de três fiscais autuou dois hipermercados – o Carrefour da rua Oratório, no bairro Bangu, e o Extra Ipiranguinha, no bairro Casa Branca. Em um dos locais não foi encontrado, para consulta, exemplar do Código de Defesa do Consumidor, obrigatório desde 2010. Além disso, foi constatada falta de preço em mercadorias e divergência entre o valor exposto na gôndola e o cobrado no caixa.

Antes de começarem o trabalho de campo, os fiscais passaram por formação na Fundação Procon (órgão estadual), foram aprovados e certificados para a tarefa pelo próprio órgão. “Nossos fiscais estão qualificados, isso reflete, inclusive, os primeiros nos bons resultados”, comentou o diretor do Procon andreense, Marco Aurélio Ferreira dos Anjos. Para ele, o início da fiscalização “consiste em importante ferramenta de defesa da cidadania, vez que visa coibir abusos e ilegalidades praticados por alguns fornecedores contra os consumidores”.