Prefeitura determina novas regras para bancos e lotéricas

Série de itens que respeitam as normas da Vigilância Sanitária estará vigente a partir desta terça-feira, sob punição de lacração, após unidades registrarem aglomerações e infrações

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, determinou na noite desta segunda-feira (13/04) um novo decreto com uma série de regras sanitárias a serem obedecidas por agências bancárias e lotéricas, cujo propósito é conter a disseminação do novo Coronavírus (Covid-19).

Dentre os novos itens, está a limitação ao acesso interno, por meio de um funcionário designado exclusivamente para esta função, a uma pessoa por caixa presencial e uma para caixa eletrônico e higienização dos dispositivos eletrônicos e demais compartimentos do banco com álcool gel. Além disso, deve haver demarcação com espaçamento de dois metros entre os clientes.
“Esta é uma medida protetiva. Estamos seguindo a orientação da ciência e de especialistas para salvar vidas e proteger as pessoas deste vírus. Infelizmente, estes locais continuam com grande concentração de pessoas e sem obedecer as normas básicas sanitárias”, destacou o prefeito Orlando Morando.

DEMAIS MEDIDAS – Outros pontos foram anunciados pelo chefe do Executivo. Entre eles, uma decisão em conjunto com os demais prefeitos da região do Grande ABC, permitindo atendimento presencial em depósitos de construção. A flexibilização, no entanto, servirá apenas para as unidades comerciais que respeitarem os requisitos da Vigilância Sanitária, como distanciamento, disponibilidade de álcool em gel, entre outros.

POSTOS DE GASOLINAS – Este setor também foi enquadrado no pacote de novas ações em São Bernardo. Antes, estava permitido o funcionamento de segunda a sábado, entre 7h e 19h. Agora, ficou facultativo a atividade no domingo.
“Os postos de gasolina deram bons exemplos e o município não registrou qualquer queixa de aglomeração ou outro desrespeito. Assim, decidimos por reaver o domingo”, acrescentou o prefeito Orlando Morando. Por fim, outro setor comercial que poderá a exercer suas atividades são as bancas de jornal. A nova regra, entretanto, habilitará apenas as unidades que comercializem diariamente jornais e revistas.