Homicídios crescem 27,5% no primeiro trimestre no ABCD

Em todo o Estado, número de assassinatos aumentou 9,95% entre março e fevereiro

O número de homicídios dolosos – com a intenção de matar – cresceu 27,5% no ABCD no primeiro trimestre de 2013, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (25/04) pela SSP (Secretaria da Segurança Pública de São Paulo).

Entre janeiro e março de 2012, foram 58 ocorrências de assassinatos na Região. Já nos três primeiros meses deste ano, o número saltou para 74. Os índices também indicam um crescimento da violência em todo o Estado de São Paulo. Neste primeiro trimestre foram 1.189 homicídios dolosos em todo território paulista, totalizando um aumento de 10% aos dados registrados no período de 2012 (1.078 casos).

ABCD – Em março, foram contabilizados 21 homicídios dolosos na Região, frente às 20 mortes ocorridas em fevereiro, um crescimento de 5% em relação ao último mês. O pior resultado é de Diadema, que viu os assassinatos crescerem 200% em apenas 30 dias. Foram apenas duas ocorrências em fevereiro contra seis mortes em março.

São Bernardo teve o segundo pior índice, com aumento de casos de homicídios dolosos de 14,2%. Santo André teve queda expressiva, diminuindo esse tipo de ocorrência em 60%. Já a Capital mostrou piora em quase todos os índices de criminalidade entre fevereiro e março deste ano. O número de assassinatos cresceu 37,3%, de 91 em fevereiro para 125 em março.