Feira da solidariedade atrai população com produtos

A iniciativa da Prefeitura de Santo André, por meio do Fundo Social de Solida­riedade (em parceria com a Federação das Entidades Assistenciais de Santo André – Feasa) agradou à popula­ção. Tanto que às vésperas do Dia das Mães, muitos visitantes compareceram à Feira da Solidariedade na úl­tima sexta-feira (11) atraídos pela variedade de produtos artesanais diferenciados e de qualidade. Panos de prato, roupas de cama e mesa, bijuterias, artigos para casa, caixas de madeira, enfeites e lembrancinhas feitas de diversos materiais, inclusive recicláveis, se destacam nas barracas.

“Mais uma vez trabalha­mos em prol da divulgação dos trabalhos das entidades assistenciais que necessi­tam desse apoio e realizam importantes programas em nossa região. Por isso, trata-se de excelente oportunida­de para que possam obter recursos para dar andamento em projetos”, ressaltou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidarie­dade, Denise Ravin.

Preocupação com o social – Na feira, a população tam­bém pôde medir a pressão e fazer teste gratuito de gli­cemia, por conta da parceria com a Secretaria de Saúde. Em dois dias, 900 pessoas aproveitaram a chance para fazer o teste pela manhã e início da tarde.

Ao todo participam da feira, 18 instituições assisten­ciais: I.A.C.C. Ananias, Recanto Somasquinho, Comunidade Nascer de Novo, Associação Projeto Crer, Associação dos Voluntários da Saúde, Socie­dade São Vicente de Paulo, Amélia Rodrigues, Instituto Assistencial Nosso Lar, Ostra, Núcleo de Projetos Especiais (PSA), Sociedade Amigos Vila Sá, Associação Métho­do Especiais, Casa Amarela, Associação Viva Melhor, Lar Benvindo, Coop Art, Empório dos Sabores, Eco Costura e Cáritas Diocesana.

A Feira de Solidariedade é realizada na Praça do Carmo – Centro – das 9h às 17h. A renda obtida com o evento será totalmente revertida para instituições assistenciais da cidade. Serão diversas bar­racas expondo o trabalho das entidades, além da reservada especialmente para as ofici­nas de artesanato do Fundo Social de Solidariedade, cujo projeto visa à geração de trabalho e renda. O evento é realizado duas vezes ao ano (na semana que antecede o Dia das Mães e Natal).