CRISE ENTRE PODERES

O presidente da Asembleia Estadual de MT, deputado Eduardo Botelho nega. Mas, o fato é de que há uma forte crise instalada entre os poderes do estado. Alvos de operações do Ministério Público e do Judiciário, tanto o Executivo quanto o Legislativo mato-grossenses estão na defensiva. Não há canais de diálogo entre estes dois poderes e o Judiciário ou o Ministério Público desde que estourou o chamado Escândalo da Grampolândia.