Copa América terá abertura em Brasília e final no Rio, veja os jogos

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) divulgou na noite de quarta-feira, 2, a tabela da Copa América. Abrigada pelo Brasil depois de ser descartada por Colômbia e Argentina, a competição terá sua abertura no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e será concluída no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O torneio vai se desenrolar de 13 de junho a 10 de julho. No primeiro dia de disputas, a Seleção Brasileira enfrentará a Venezuela, na capital. Em sua caminhada no Grupo B, a equipe anfitriã atuará também no Rio de Janeiro (17/6, contra o Peru, e 23/6, contra a Colômbia) e em Goiânia (27/6, contra o Equador).

O detalhamento da tabela mostrou que o Rio de Janeiro terá duas arenas na competição continental de seleções. O Maracanã será o palco apenas da final. Os outros sete jogos programados para a capital fluminense serão realizados no Nilton Santos, o Engenhão. Em Goiânia, as partidas serão realizadas no estádio Olímpico.

O time comandado por Tite, que defende o título obtido no próprio Brasil, em 2019, só não visitará uma das quatro cidades-sedes, Cuiabá. A Arena Pantanal, em Mato Grosso, receberá apenas partidas do Grupo A, encabeçado pela Argentina, e não está na programação das quartas de final nem das semifinais.

A programação manteve as datas de início e término previstas inicialmente, quando se imaginava que Argentina e Colômbia receberiam os confrontos. A convulsão social no território colombiano e o agravamento da pandemia do novo coronavírus em cidades argentinas fez os países abrirem mão do campeonato.

Procurado pela Conmebol, o Brasil, sede do torneio em sua última edição rapidamente se prontificou a assumir a organização. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) viu a possibilidade com bons olhos, trabalhou com governadores aliados e definiu as quatro sedes. Assim, a tabela foi confeccionada de terça para quarta, menos de duas semanas antes da abertura.

Jogos de cada cidade

Rio de Janeiro (Nilton Santos e Maracanã)

14/6 – Argentina x Chile

17/6 – Brasil x Peru

20/6 – Venezuela x Equador

23/6 – Brasil x Colômbia

28/6 – Uruguai x Paraguai

2/7 – Quartas de final (1º B x 4º A)

5/7 – Semifinais (1º B ou 4º A x 2º B ou 3º A)

10/7 – Final

Goiânia (Olímpico)

14/6 – Paraguai x Bolívia

17/6 – Colômbia x Venezuela

20/6 – Colômbia x Peru

23/6 – Equador x Peru

27/6 – Brasil x Equador

2/7 – Quartas de final (2º B x 3º A)

3/7 – Quartas de final (1º A x 4º B)

Cuiabá (Arena Pantanal)

13/6 – Colômbia x Equador

18/6 – Chile x Bolívia

21/6 – Uruguai x Chile

24/6 – Bolívia x Uruguai

28/6 – Bolívia x Argentina

Brasília (Mané Garrincha)

13/6 – Brasil x Venezuela

18/6 – Argentina x Uruguai

21/6 – Argentina x Paraguai

24/6 – Chile x Paraguai

27/6 – Venezuela x Peru

3/7 – Quartas de final (2º A x 3º B)

6/7 – Semifinais (1º A ou 4º B x 2º A ou 3º B)

9/7 – Disputa do 3º lugar