Como economizar e aumentar os lucros da sua empresa

O período de recessão faz com que algumas medidas sejam tomadas para otimizar diversos setores e negócios. No caso de um comércio ou empresa, elas são adotadas para garantir que os custos diminuam e os lucros aumentem. Mesmo em um período em que as vendas são mais difíceis, é possível estabelecer certas ações dentro da própria estrutura do negócio que impactam profundamente na receita. Assim, o empreendedor pode melhorar o seu planejamento e investir nas áreas certas para se manter ativo, independentemente da época do ano ou período econômico. Confira aqui algumas sugestões e adapte-as para sua própria empresa:

Colaboração

Antes de mais nada, é preciso ter todos os colaboradores engajados nessa meta. Ser transparente é uma atitude que beneficia, e muito, o gestor e empreendedor. Assim, você consegue cooperação e também boas ideias que podem partir de vários níveis. A economia de recursos pode estar presente até mesmo nas pequenas operações e em um pensamento conjunto. Por isso, nada melhor do que reunir e esclarecer a situação com todos os funcionários presentes. É preciso também ter uma postura aberta quanto a diferentes propostas e ideias e saber aceitar as críticas e as sugestões de melhoria.

Desperdícios

O corte de gastos deve começar pelos desperdícios. Altos valores geralmente são gastos com elementos que poderiam ser substituídos ou eliminados. Os desperdícios podem estar em todas as esferas, desde as fases de produção de algum produto até gastos com produtos de limpeza e materiais de escritório. Isso pode representar também uma otimização do espaço, pensando em maneiras mais estratégicas de realocar os funcionários e dialogar melhor com eles no dia a dia. Além disso, é importante pensar no uso de água, luz e energia.

Logística

Investir no setor de logística é ter a certeza de que isto retornará de alguma forma positiva no orçamento. O gasto inicial pode até assustar e afugentar muitos empreendedores, mas ele é essencial para conseguir estabelecer um bom plano e dar continuidade a vários projetos. Vale sempre investir em novas maneiras de organizar cada fase produtiva e, principalmente, o estoque e a entrega.

Os processos podem ser automatizados e contar com a ajuda de um sistema, que facilita ainda mais o controle preciso de entrada e saída. Além disso, a armazenagem dos produtos pode ser feita de maneira alternativa que gera menos custos. O self storage é uma opção e promete trazer mais praticidade com economia. Ao invés de locar um espaço com gastos mensais e diferentes pagamentos, você pode alugar um box e reduzir as preocupações com espaço e segurança.

Recursos Humanos

Ter um setor de recursos humanos pode ser vital para conseguir melhores resultados. Em geral, as empresas não conseguem ter noção dos talentos e possibilidades que existem até mesmo dentro da própria estrutura. O RH conseguirá guiar essas funções e entender melhor o papel de cada um dentro da empresa. Tudo isso com a possibilidade de novas contratações, cada vez mais acertadas e funções mais claras. Isso evita, por exemplo, sobrecarregar alguns funcionários com tarefas e esquecer de outros. Tudo isso com a certeza de que a empresa funcionará melhor e a rotina de trabalho de todos melhorará significativamente, acarretando também em resultados melhores para a empresa.

Parcerias

Trabalhar sozinho no concorrido mercado atual pode ser uma grande furada. Por isso, é preciso fazer com que sua empresa crie conexões, que serão bem-vindas não só no funcionamento concreto da marca, mas também nas possibilidades que se abrem. Dialogar com outras empresas e buscar parcerias, principalmente nos momentos de crise econômica e busca por melhorias, é uma escolha acertada. Esse diálogo precisa ser aberto e sincero, com a chance de beneficiar ambas as partes com ações de marketing e conexões que trazem novos projetos e perspectivas.