Vacinação contra a gripe quer imunizar 19,5 mil profissionais da saúde

Nesta segunda-feira (11)em Santo Andre, campanha começa para crianças acima de seis meses a cinco anos, idosos e gestantes; doses são gratuitas para prevenção do H1N1.

Até sexta-feira (8), cerca de 19,5 mil profissionais da saúde da rede municipal, mais trabalhadores de hospitais público estadual e privado, devem se imunizar contra a gripe em Santo André. A campanha foi antecipada no estado de São Paulo por causa do aumento de casos do vírus influenza A, o H1N1. A partir de segunda-feira (11), a vacinação será aberta para os seguintes grupos prioritários: idosos acima de 60 anos, gestantes e crianças de seis meses a cinco anos. As doses gratuitas, neste caso, estarão disponíveis nas 33 unidades da rede de atenção básica.

Inicialmente, a Secretaria de Saúde recebeu 19,7 mil doses da vacina contra influenza que foram distribuídas nos serviços da rede de urgência e emergência, como os três PAs (Prontos Atendimentos) e as três UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), além dos hospitais públicos e privados da cidade – que reúnem em torno de 4,2 mil trabalhadores. Nesta terça-feira (5), as doses começam a chegar às unidades básicas e ambulatórios especializados.

Com entrega gradual pela Secretaria de Estado da Saúde, 86.600 doses estão previstas para chegarem nesta quarta-feira à tarde (4), segundo técnicos da Vigilância Epidemiológica de Santo André. A vacina trivalente, distribuída na rede pública, combate os vírus tipo A H1N1, tipo A H3N2, além do vírus B – da gripe comum.

Em 2015, Santo André atingiu 81,72% da cobertura vacinal contra a gripe, percentual que representou 127.490 doses – a população alvo total era 156.010, que incluiu todos os grupos prioritários: crianças, idosos, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz até 45 dias) e trabalhadores da área, conforme prevê o Ministério da Saúde.

Grupos Prioritários – Entre crianças de seis meses e menores de cinco anos, idosos e gestantes, a estimativa de imunização da Saúde, a princípio, é de 135.464 pessoas, respectivamente, 36.693, 92.070 e 6.701. A partir do dia 18, na terceira fase, serão vacinados puérperas, usuários com doenças crônicas e indígenas – o último grupo é menos comum no município.

A gripe é uma infecção do sistema respiratório, que tem como principal complicação a pneumonia, responsável por grande número de internações hospitalares. Algumas atitudes simples, como lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal, são medidas de prevenção, segundo os médicos especialistas.