Tarifa dos trólebus vai a R$ 3 no domingo

13

 
Reajuste no Corredor ABD já valerá a partir do próximo dia 12, de acordo com a EMTU


Além dos usuários de trem e metrô, quem utiliza os trólebus também terá de desembolsar mais a partir do próximo domingo (12/02). De acordo com a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), a tarifa das linhas do corredor ABD (São Matheus – Jabaquara), operadas pela concessionária Metra, subirão dos atuais R$ 2,90 para R$ 3.

O aumento, de 3,45%, é inferior à inflação nos últimos 12 meses, de 6,5% pelo IPCA (Índice  de Preços ao Consumidor Amplo) e de 5,34% pelo IPC (Índice de Preços ao Consumidor). O último reajuste havia sido em fevereiro do ano passado.

As tarifas dos ônibus intermunicipais das três Regiões Metropolitanas do Estado – São Paulo, Baixada Santista e Campinas – também serão reajustadas a partir de domingo.

De acordo com a EMTU, o reajuste das novas tarifas das linhas de ônibus intermunicipais levou em conta a evolução média dos custos do setor de transporte coletivo no período de 12 meses, como mão de obra, combustíveis e veículos. 

A média de reajuste das tarifas das linhas intermunicipais varia conforme a área de operação. Na área 5, onde operam as empresas que circulam pelo ABCD, o reajuste da tarifa será de 5,33%, sendo que a menor tarifa praticada será de R$ 2,05 e a maior de R$ 5,10.

Metrô e trem – A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos afirma, em nota, que o reajuste de R$ 0,10 é necessário para manter o equilíbrio financeiro das empresas Metrô e CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

“Entre fevereiro de 2011 e fevereiro de 2012, o Metrô e a CPTM tiveram elevados todos os seus custos (salários, eletricidade e todos os insumos para operação e manutenção do sistema)”, diz trecho da nota.

O bilhete Madrugador Exclusivo,  que vale das 4h40 às 6h15 no Metrô e das 4h às 5h35 na CPTM, não terá aumento e continuará a ser vendido por R$ 2,50. O Bilhete Único Integrado Comum passará de R$ 4,49 para R$ 4,65.

Integração – Durante a reunião dos prefeitos no Consórcio Intermunicipal nesta segunda-feira (06/02), o presidente da entidade e prefeito de Diadema, Mário Reali, afirmou que continuam as negociações para barrar a intenção da EMTU de acabar com integração tarifária entre trólebus e ônibus municipais de Diadema.

Questionado sobre o fato de a EMTU já estar instalando catracas no terminal Piraporinha, Reali disse que o procedimento servirá também para a implementação da bilhetagem eletrônica, e que isso não significa que o fim da integração já está dado como certo.