Primeiro dia de Carnaval leva folia para as ruas de Mauá

*Da redação

“O samba não vai morrer.” Esse foi o compromisso assumido pelo prefeito Donisete Braga no primeiro dia dos desfiles do Carnaval descentralizado, organizado pela União das Escolas de Samba de Mauá (UESMA) com o apoio da Prefeitura.

A festa começou na tarde de sábado, 1º, no Parque São Vicente. Os moradores do bairro acorreram à Av. Armando Salles Oliveira para acompanhar o desfile da GRES Beira Rio. Com muitas fantasias de outros carnavais e integrantes uniformizados com camisetas, a escola não deixou a animação cair. O público seguiu a escola, e participou feliz da brincadeira. “Esse recomeço do Carnaval também é uma volta às origens. Foi na rua onde tudo começou, e é na rua que estamos hoje”, disse Sirlene Correa de Brito, presidente da UESMA, antes do início do desfile. O prefeito Donisete observou que o Carnaval não deve ser discutido apenas no mês de fevereiro, mas sim no ano inteiro. “Tenho muita honra de estar aqui com vocês, na retomada dessa festa que é a mais democrática do país”, garantiu.

A partir de 2015, a prefeitura e a UESMA trabalham para desenvolver um projeto de carnaval sustentável na cidade. A ideia é oferecer durante todo o ano cursos de qualificação social e profissional nas comunidades, e a partir desses cursos desenvolver a mão de obra que incrementará os desfiles de cada agremiação.

Na noite de sábado, a folia foi transferida para o Parque das Américas. Nem a chuva que começou a cair espantou os moradores do bairro e também das redondezas, que lotaram a Rua Havana para dançar ao som da bateria da GRES Imperatriz. Com a alegria estampada no rosto, o público se divertiu seguindo o cortejo da escola. “Vamos participar de todos os desfiles para sinalizar o compromisso da Prefeitura: em 2015, ao lado da UESMA, faremos um grande Carnaval”, anunciou Donisete Braga.