Mudanças de hábitos podem evitar o desenvolvimento de diabetes

Apenas cerca de 10% dos casos de diabetes diagnosticados estão diretamente relacionados à genética do paciente – classificados como tipo 1. Isso quer dizer que os demais 90% dos casos são de diabetes tipo 2, desencadeada por outros motivos que não somente a genética, como o sedentarismo e uma alimentação hipercalórica.

No Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas são diagnosticadas com uma dosagem maior do que o limite de açúcar no sangue ou com uma tolerância menor que a necessária para a glicose – um quadro propício para o desenvolvimento da diabetes.

Porém, estudos apontam que essas pessoas podem inibir o desenvolvimento da doença a partir da mudança de hábitos para reverter quadros de obesidade, com a prática de exercícios físicos, por exemplo, e uma alimentação mais saudável. Mesmo pessoas com peso corporal considerado adequado, porém com acúmulo de gordura na região abdominal, possuem mais chances de serem acometidas pelo desenvolvimento da doença em comparação às pessoas que não possuem essa característica.

O tabagismo também precisa ser erradicado para reduzir a possibilidade do desenvolvimento da diabetes. Essas mudanças de hábitos automaticamente previnem também as chances de derrames, infartos e outros problemas cardiovasculares. Realizar exames específicos para a detectar a diabetes é essencial para reverter um quadro propício para o seu desenvolvimento e iniciar o tratamento imediato caso a doença seja identificada

Sobre a diabetes

Essa doença é caracterizada pela reduzida produção de insulina pelo corpo, por sua total ausência ou pela incorreta administração da substância pelo próprio organismo. A insulina tem como função controlar os níveis glicêmicos do sangue, transformando a glicose em energia e quando ela não age, a glicose permanece na corrente sanguínea, causando diversos problemas de saúde.

Alguns medicamentos como a Aglucose – desde que receitados pelo médico especialista – fazem parte do tratamento contínuo para que pacientes com esse diagnostico não sofram com picos de hiper ou hipoglicemia – falta de glicose – quadro que pode causar convulsões e outros casos de perda da consciência caso não seja revertido a tempo. Portanto o tratamento medicamentoso se faz essencial na maioria dos casos de diabetes para que os pacientes possam levar uma vida normal, convivendo com a doença sem maiores transtornos para sua saúde.