Mais 400 agentes comunitários de saúde de SBC concluem curso de formação

Capacitação envolveu temas como as diretrizes do SUS, maior articulação com as equipes multiprofissionais e atendimento humanizado

Cerca de 400 agentes comunitários de saúde receberam nesta quinta-feira, em cerimônia realizada no auditório do Cenforpe, os certificados de conclusão do curso de formação técnica desenvolvido em parceria com o Centro Formador de Pessoal para a Área de Saúde (CEFOR/SP) e apoio do Ministério da Saúde. Entre aulas teóricas e práticas supervisionadas, a capacitação teve carga horária de 400 horas, estendendo-se por cerca de seis meses.

Esta é a segunda turma de agentes comunitários que recebe essa formação, já que em 2014 outros 400 agentes também foram formados. Reconhecido pelo Ministério da Educação, o curso utilizou as unidades de saúde como espaços de aprendizagem, a partir da qualificação pedagógica dos profissionais de enfermagem da Saúde da Família, que foram os responsáveis pelas aulas.

Além dos principais aspectos sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), os agentes comunitários foram capacitados para que haja maior articulação com as equipes multiprofissionais das unidades e que o desenvolvimento das ações de promoção e prevenção da saúde tenham como perspectiva o cuidado humanizado à população.

O diretor do CEFOR/SP, Ricardo Chaves, disse que o curso “agrega conhecimento e dá sentido ao trabalho realizado diariamente pelos agentes junto à população”.

A secretária de Saúde, Odete Gialdi, afirmou que os agentes comunitários devem contribuir para a mudança de imagem SUS. “As críticas que são feitas ao SUS não refletem a realidade, porque há problemas, mas não se pode negar o que representa o sistema para o Brasil e, aqui em São Bernardo, somos testemunhas do enorme avanço na saúde pública.”

Representando o prefeito Luiz Marinho, o secretário de Serviços Urbanos, Tarcísio Secoli, destacou a importância dos ACSs. “Este curso vai permitir que os agentes orientem melhor as pessoas sobre o que o SUS oferece. Vocês devem ter orgulho de exercer essa atividade, porque mais do que uma oportunidade de trabalho, é um compromisso de vida.”