Estado ainda tem bolsas de R$ 1.000 para 116 mil MEIs e desempregados

Terminam hoje as inscrições para a quarta turma do Programa Bolsa Empreendedor do governo de São Paulo, administrado por Rodrigo Garcia (PSDB). Mais de 116 mil vagas ainda estão abertas com bolsa-auxílio de R$ 1.000 e prioridade para mulheres, jovens, pretos e pardos, indígenas e pessoas com deficiência.

Para 2022, estão disponíveis vagas para que desempregados ou MEIs ( Microempeendedores Individuais) em situação de vulnerabilidade em todo o Estado possam obter qualificação profissional e migração para o mercado formal.

Para receberem a bolsa-auxílio, os interessados devem participar de um curso gratuito de empreendedorismo do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e obter formalização como MEI ou outra natureza jurídica. A bolsa é disponibilizada em duas parcelas de R$ 500, condicionadas a 75% de frequência nas aulas e a formalização do trabalho.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, responsável pelo Programa, as capacitações acontecem em formato virtual, com carga horária de 10 horas, sobre temas como empreendedorismo, ideia de negócios, marketing, finanças e formalização, entre outros. As aulas da quarta turma irão iniciar em agosto e os interessados podem se inscrever no portal do Bolsa do Povo, no endereço

Mulheres, jovens, pretos e pardos, indígenas e pessoas com deficiência têm prioridade no programa. Contudo, todos os moradores de São Paulo, maiores de 18 anos, alfabetizados e que estão atualmente desempregados ou são MEI podem se inscrever no Bolsa Empreendedor ao longo dos próximos meses. Novas turmas serão abertas até outubro deste ano.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode entrar em contato na central de atendimento, pelo telefone 0800 7979 800, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h – atendimento eletrônico 24 horas; (11) 9 8714-2645 – WhatsApp, com atendimento eletrônico dia e noite.

Criado pelo governo de São Paulo e enviado em forma de projeto de lei pela Secretaria da Casa Civil à Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) em abril de 2021, o Bolsa do Povo tem 19 programas sociais, dentre eles, o Bolsa Empreendedor, que disponibilizará somente este ano R$ 130 milhões para apoiar, impulsionar e incentivar pequenos negócios em todo o Estado. 

Fonte: Diario do Grande ABC