Camping na Baixada Santista

Pertinho de São Paulo e com infraestrutura completa, as praias do Litoral Sul oferecem espaços para acampar em barracas e até em motor homes.

A região metropolitana da Baixada Santista possui nove municípios. Além das badaladas Santos e Guarujá, os cantinhos das cidades que compõem o litoral sul paulista possuem serviços que para quem costuma visitá-las rapidamente durante a alta-temporada ou em um “bate-volta” de final de semana, provavelmente não conseguiria descobrir.

Bastante tradicional em Bertioga, o Camping Humaitá existe há mais de 35 anos, em frente à Praia da Enseada. Com capacidade para até 280 barracas, o estabelecimento oferece um espaço específico para receber traillers e motor homes, com ligação de água potável, esgoto e energia elétrica. A área possui boa quantidade de sanitários, chuveiros com água quente, salão de jogos, três ambientes com churrasqueira, sala de TV e de lazer infantil, que funcionam com monitores na alta temporada. Há também um restaurante dentro do Humaitá, que serve café da manhã e almoço. E mais: existem seis chalés, com capacidade para seis pessoas cada um, e 12 cabanas, que comportam até quatro pessoas. As diárias para casal variam de R$ 50 (para acampar com barraca) a R$ 140 (para se hospedar nos chalés).

O proprietário, Edgar Klettenhofer, explica que muita coisa mudou na região desde que o camping foi implantado. “Quando inauguramos o Humaitá, não havia nada ao redor; era quase um acampamento de aventura. Hoje, nossos clientes recebem até entrega de pizza nas barracas”, orgulha-se. Para ele, as alterações não estão relacionadas apenas ao crescimento da cidade, mas ao perfil do campista que também mudou ao longo dos anos. “Antes, eram as famílias que mais acampavam. Hoje, vemos mais casais ou filhos de ex-adeptos ou, ainda, essas mesmas famílias, mas que migraram para um motor home ou para hospedagens mais elaboradas, como os chalés”, observa.

Guarujá
Com 30 minutos de caminhada por uma trilha bastante tranquila, chega-se a uma das praias mais charmosas do Guarujá, a Praia Branca, no extremo leste da ilha, onde vive uma antiga comunidade de pescadores. Ali é possível encontrar também algumas áreas de acampamento. O Cantão é uma delas. Com 900 metros quadrados, tem capacidade para abrigar até 40 barracas no melhor estilo pé na areia. Para se instalar, cada pessoa deve desembolsar R$ 20 por dia.

No Cantão, o campista tem à sua disposição sanitários femininos e masculinos, duchas quentes, tanques e pias para lavar louças e roupas e um restaurante. De acordo com um dos proprietários, Walmir Celestino da Silva, estão sendo construídos também alguns chalés para oferecer mais uma opção de hospedagem aos turistas. E tudo está sendo pensado de forma a não agredir o meio ambiente. “Procuramos fazer tudo de maneira ecologicamente correta; os chalés, por exemplo, são feitos de embalagens de papelão longa vida”, ressalta.

Peruíbe
Mais ao sul do estado, em Peruíbe, no Portal da Reserva Ecológica Jureia-Itatins, um dos maiores parques ecológicos do mundo, existem pelo menos 15 lugares para se acampar. No Camping da Vovó, em Guaraú, há vários pontos de energia elétrica, chuveiros quentes e frios, instalações para lavar louças e roupas. O espaço é cercado de verde e dois córregos represados passam pelo terreno. O valor da diária por pessoa é de R$ 10.

Serviços
Camping Humaitá
Tel.: (13) 3317-1566
Bertioga(SP)

Camping Cantão
Tel.: (13) 3305-6107 / 9775-7676
Guarujá (SP)

Camping da Vovó
Tel.: (13) 3457-9138
Peruíbe (SP)