As transformações da saúde pública beneficiam crianças, adultos e idosos

  • Muitos dos programas e serviços oferecidos à população de SBC passaram a existir após a implantação do SUS

    O Sistema Único de Saúde (SUS), instituído a partir da Constituição de 1988, trouxe profundas transformações na saúde pública do País e firmou o princípio de que “a saúde é direito de todos e dever do Estado”.

    Muitos dos programas e serviços oferecidos à população passaram a existir após a implantação do SUS, como a criação dos Agentes Comunitários de Saúde e da Estratégia de Saúde da Família, o SAMU, o Programa de Internação Domiciliar, a distribuição de medicamentos contra várias doenças, entre muitos outros benefícios.

    Vandina dos Santos Leopoldino, 77 anos, do Baeta Neves, recorda que, em 1947, quando veio para São Bernardo, “o atendimento na rede pública de saúde era muito difícil, muito difícil mesmo”. Hoje ela tem plano particular, mas diz que prefere ser atendida no SUS. “A qualidade do atendimento melhorou bastante nos últimos anos. Três meses atrás precisei colocar uma coroa em um dente, mas não tinha condições de pagar. Fui atendida no CEO Nova Petrópolis e estou muito satisfeita.”

    Dona Vandina conta que “muita gente ainda se surpreende com as madames que chegam com seus carrões” para pegar medicamentos na UBS. “É que o SUS atende a todos, pobres e ricos.” Emocionada, ela relata que o marido faleceu há dez meses e não foi bem acolhido pelo plano de saúde. “Só quando meu marido foi para a UPA é que passou a ser tratado com dignidade. Depois foi internado no Hospital de Clinicas, e sou muito grata pela assistência que deram a ele.”

    Avanço excepcional – A saúde bucal foi uma das especialidades que mais incorporou mudanças nos últimos anos, especialmente em São Bernardo, que desde 2009 vem expandindo significativamente os serviços odontológicos. A cirurgiã-dentista Vivian Hitomi trabalha há 25 anos na Prefeitura e acompanhou todas as mudanças ocorridas ao longo desse período no serviço de saúde bucal. Vivian atende na UBS Taboão e afirma que “o avanço foi excepcional”.

    Com o projeto de reforma e ampliação das UBSs, iniciado em 2009, foi possível ampliar o serviço odontológico, com a formação de equipes completas (dentista, auxiliar e técnico de saúde bucal) e a aquisição de novos equipamentos. “A produtividade dos dentistas e a qualidade do nosso trabalho melhoraram muito com a vinda dos técnicos e auxiliares de saúde bucal. Atendemos muito mais gente, com mais rapidez e resolutividade.”

    Vivian afirma que, antigamente, o atendimento era praticamente restrito às crianças com até 12 anos de idade, encaminhadas pelas escolas. “Os adultos eram atendidos nos casos de urgência, mas os recursos eram escassos.” A partir de 2011 a cidade passou a contar com o serviço de próteses dentárias. Comparando com poucos anos atrás, Vivian garante: ”Tudo melhorou, estamos no céu”.