Saúde

31/08/2018 01:27

Saiba como o BCAA estimula o sistema imunológico

O BCAA (Branch Chain Amino Acids) – que, em português, significa Aminoácidos de Cadeia Ramificada – é formado por um grupo de três aminoácidos essenciais: leucina, isoleucina e valina. Como todos os aminoácidos essenciais, não são produzidos pelo organismo, mas obtidos por meio de dieta.

 

Os BCAAs formam grande parte do total de aminoácidos do organismo. Juntos, eles representam cerca de 35% a 40% de todos os aminoácidos essenciais presentes no corpo e 14% a 18% dos encontrados nos músculos.

 

Embora os BCAAs possam ser extraídos de fontes de proteínas como carnes e grãos, por exemplo, pesquisas mostram que a suplementação adicional pode ser benéfica. Suplementos de BCAA são comumente usados para aumentar o crescimento muscular e melhorar o desempenho do exercício. Eles também podem ajudar na perda de peso e redução da fadiga após o exercício. Mas esses não são seus únicos benefícios.

Ao contrário da maioria dos outros aminoácidos, os BCAAs são, em sua maioria, sintetizados nos músculos, e não no fígado, promovendo uma construção muscular efetiva. Demonstrou-se, também, que os BCAAs preservam a massa muscular em condições extremamente catabólicas – caracterizadas pela degradação de proteínas e desgaste muscular –, pois, ao fornecer BCAAs suplementares, é menos provável que o corpo consuma seus próprios estoques de aminoácidos (proteína). Além disso, eles desempenham um papel importante na produção de energia durante o exercício.

 

Descobriu-se que os BCAAs inibem o início da fadiga central (do cérebro) e periférica (dos músculos) durante o exercício, mantendo o atleta alerta e forte por mais tempo. A fadiga periférica é atrasada porque os BCAAs são usados ​​como uma fonte adicional de energia durante o exercício prolongado. A fadiga central também pode ser retardada por BCAAs que bloqueiam o aminoácido triptofano de entrar no cérebro. O triptofano é um precursor do neurotransmissor serotonina, uma substância de fadiga central que produz sensações de relaxamento e sonolência.

 

Treinamentos intensos repetidos por dias ou semanas podem levar à fadiga, imunossupressão e overtraining se o atleta não se recuperar adequadamente entre as sessões de treinamento. A suplementação a longo prazo com BCAA demonstrou melhorar a resposta imunológica a várias semanas de treinamento intenso de resistência. Como? Pesquisadores descobriram que os BCAAs também podem ser usados por células imunes dentro do intestino como fonte de combustível, o que permite que o sistema imunológico se regenere de forma mais eficiente e proteja contra patógenos nocivos. Um sistema imunológico forte ajuda na recuperação e torna menos provável que você fique doente.

A administração de BCAAs antes e após o exercício pode reduzir a gravidade e a duração da dor muscular de início tardio (DOMS), a sensação dolorosa que dura vários dias após uma sessão de exercícios intensos ou inusitados. Além disso, estudos mostraram que o consumo de BCAA reduz o dano muscular em resposta tanto ao treino de resistência quanto ao de repetição. Isso significa que você pode se recuperar mais rapidamente e ter menos dor muscular entre os treinos desafiadores.

 


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo