Saúde

24/07/2018 00:05

Da hipertensão à memória: por que o Ômega 3 serve para tanta coisa?

Um dos produtos mais procurados nas farmácias do Brasil nos últimos anos foi o Ômega 3, vendido pelo fabricantes como um suplemento indicado para prevenir doenças cardiovasculares, hipertensão, reduzir triglicérides, suplementar a alimentação e ainda melhorar a concentração, a memória, a motivação, o humor e a velocidade de reação. Há quem diga ainda -- e quem tome -- para diminuir os níveis estresse.
O interesse em estudar o Ômega 3, aliás, começou quando pesquisadores perceberam que os esquimós canadenses, por consumirem muitos animais em sua alimentação cotidiana, tinham menos doenças cardiológicas.
Quando eles passaram a observar as consequências daquela dieta, descobriram que os ácidos graxos presentes em peixes de regiões frias, como o Sul do Canadá -- e que eram a comida do dia a dia dos moradores locais -- serviam como proteção para essas enfermidades. 

O que é o Ômega 3?

O nome Ômega 3 se deriva do fato do suplemento ter três ácidos graxos essenciais: EPA, DHA e ALA. As duas primeiras siglas se referem a elementos encontrados em animais que possuem um metabolismo especial e que são consumidas com eficiência pelo organismo humano. Já a ALA só se encontra em vegetais, como a linhaça e a chia.
"Como são ácidos graxos essenciais, o nosso organismo não os produz. A única forma de consumi-los é por meio da dieta", explica o nutricionista Diogo Círico, da Growth Supplements. De acordo com ele, a explicação fisiológica para isso é que o corpo humano não tem uma enzima chamada "dessaturase", que seria capaz de fabricá-los. 

Os benefícios neuronais

Desde a sua descoberta com os esquimós, foram realizadas várias pesquisas nos Estados Unidos sobre os possíveis benefícios do Ômega-3 e, desde então, ele passou a ser indicado por várias áreas da Medicina: problemas gastrointestinais, reumáticos, psiquiátricos, metabólicos, renais, dermatológicos e pulmonares. Nos últimos anos, quando se tornou mais conhecido, passou a ser usado também por nutricionistas em dietas prescritas para atletas profissionais e amadores.
As pesquisas científicas também já consentem que o EPA e o DHA são importantes para o desenvolvimento ideal do feto humano, principalmente para as funções neuronais, retinianas e imunológicas.
"Os ácidos graxos do Ômega 3 apresentam propriedades neuroprotetoras consideradas potenciais elementos do tratamento e prevenção para alguns tipos de distúrbios neurodegenerativos e neurológicos. Este impacto acontece porque eles atuam nas membranas neuronais e têm um papel importante no processo de envelhecimento cerebral normal", conta Círico.
De acordo com o nutricionista da Growth, estes ácidos ainda atuam na sinalização celular, nas regulações de enzimas enzimáticas e das migrações neuronais, na síntese de eicosanóides, na determinação da plasticidade sináptica e na modulação de citocinas que possuem atividades neuromoduladoras e neurotransmissoras. 

"De uma forma genérica podemos dizer que o Ômega-3 está vinculado a uma alta quantidade de reações bioquímicas, respostas celulares e mecanismos fisiológicos naturais de nosso corpo e, por tudo isso, o consumo deles pode ser tão impactante", explica ele.

Os benefícios vendidos na farmácia

Estudos mais recentes ainda mostram que a adição de Ômega 3 na membrana celular pode alterar as suas propriedades físico-químicas. "A inflamação é uma resposta do sistema imune que acontece naturalmente no corpo de todas as pessoas: jovens, idosas, sedentárias, atletas. Ela é um mecanismo complexo e cheio de elementos participantes no qual os nutrientes do Ômega 3 podem ajudar informando o organismo diariamente", conta o nutricionista.

Por esse processo, ele colabora em todas as áreas já conhecidas e vendidas na farmácia: os ácidos reduzem níveis de triglicérides, aumentam a função endotelial (um mecanismo que envolve a defesa do organismo) e influenciam até a freqüência cardíaca, pois estão ligados aos canais de sódio. 

"Para falarmos de Ômega 3 precisamos de muito tempo e muitas palavras", brinca Diogo Círico. "São muitas implicações, mas acho que, de forma resumida, tomar o suplemento ajuda a envelhecer de fórmula saudável", finaliza.

 


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo