Regional

09/10/2019 01:37

Dia das Crianças vai movimentar R$ 70 milhões no comércio do ABC

As vendas para o Dia das Crianças devem movimentar este ano cerca de R$ 70 milhões no comércio da região, montante 4,5% inferior em relação a 2018, segundo a PIC (Pesquisa de Intenção de Compras) realizada pela Universidade Metodista, que consultou 239 consumidores nos principais centros comerciais do ABC, metade com renda de até cinco salários mínimos, entre os dias 4 e 23 de setembro. O preço médio que os pesquisados estão dispostos a gastar com presentes para a criançada é de R$ 106 contra R$ 120 do ano passado, uma queda de 14,6% no ticket, já com a inflação de 3,43% no período.

Apesar de negativo, o resultado surpreendeu o economista e professor Moisés Pais dos Santos, pesquisador do Observatório. “Porque não foi uma queda drástica, o que é bom e significa que há esperança e que a economia tem chance de crescer”, comenta. O resultado é atribuído à conjuntura econômica do País, que continua delicada, em razão, principalmente, das baixas taxas de crescimento econômico, da elevada taxa de desemprego e do elevado índice de endividamento das famílias.

O levantamento mostra que, quanto maior a renda, maior a disposição em gastar. Enquanto famílias que ganham até um salário mínimo pretendem chegar a R$ 125 na média de gastos (mais de um presente), as que ganham de cinco a 10 salários mínimos estão propensas a gastar o dobro. A média por família é de R$ 200, valor 4,5% inferior ao do ano passado. Individualmente, quase dois terços dos entrevistados (63%) pretendem desembolsar até R$ 60 por presente.

Chamou atenção a preferência dos consumidores pelos jogos educativos/montagem, item que liderou com 16,1% na pesquisa sobre presentes para os meninos. Para as meninas, ficou em terceiro lugar, 10,3%. Em 2018, o tipo de brinquedo respondeu por apenas 8% e 5% na PIC. “Pode ser por causa da briga para tirar a atenção das crianças sobre os celulares”, comenta. Para os garotos, o estudo apontou, ainda, como intenção de presentes carro/moto de brinquedo (14%), vestuários/calçados (13,2%) e bola (12,8%). Já para as meninas, os presentes de maior interesse são boneca (29,4%), seguido de vestuários/calçados (15,8%).

Os entrevistados apontaram que deverão presentear em primeiro lugar sobrinhos (28%), seguidos de filhos (24%) e afilhados (17%). No ano passado, os filhos lideram na pesquisa, com 33%, seguidos dos sobrinhos (23%) e afilhados (9%). As cidades preferidas para fazer as compras de presentes para as crianças são, respectivamente, São Bernardo (58,46%), Santo André (21,13%), Diadema (9,23%) e São Caetano (5,13%).


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo