Regional

18/01/2018 01:05

Metroviários aprovam paralisação e cruzam os braços nesta quinta (18)

Greve de 24h é protesto contra possível a privatização de duas linhas

Os metroviários de São Paulo decidiram, em assembleia na noite desta terça-feira (17), cruzar os braços por 24 horas. A paralisação começa à meia-noite desta quarta-feira (17) e vai até meia-noite de amanhã (18).

A paralisação é um protesto da categoria contra a intenção do governo de São Paulo privatizar as Linhas 5-Lilás e 17-Ouro, do Metrô.

Por meio do Facebook, o coordenador-geral do sindicato, Wagner Fajardo, afirmou que, "independentemente das tentativas de barrar esse processo judicialmente, nós também estamos batalhando para impedir que esse processo se propague e que esse processo se desenvolva nas demais linhas do Metrô. O que nós queremos é barrar o processo de privatização e, por isso, estamos decretando essa greve"

 

Na quinta-feira (19), os metroviários vão fazer uma manifestação, a partir das 9h, em frente a Bolsa de Valores, na rua Quinze de Novembro, no Centro, local em que está previsto o leilão de privatização das duas linhas.

A linha 4-Amarela, que é privatizada e inclui as estações Luz, República, Paulista, Fradique Coutinho, Faria Lima, Pinheiros e Butantã, vai funcionar normalmente.

 

RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo