Policial

22/09/2016 09:00 Fonte: A Tribuna

SAI tem alta nos casos de roubo; ocorrências na Imigrantes aumentam 50%

De janeiro a maio deste ano, Anchieta e Imigrantes somaram 327 casos, segundo a SSP

 

Quem trafega pelo Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) divide sua atenção entre o trânsito e a violência. Somente nos primeiros cinco meses deste ano, de acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), as duas rodovias que interligam a Baixada Santista à Capital já registram, juntas, 327 casos de roubos. 

 

Somente na Imigrantes, foram registradas 165 ocorrências de janeiro a maio, número 50% maior do que o contabilizado no mesmo período de 2015. Na ocasião, 110 casos de assalto haviam sido relatados por motoristas. 

 

Já na Anchieta, houve queda no número de ocorrências, de acordo com a SSP. Em 2015, haviam sido registrados 206 casos, contra 162 contabilizados esse ano. Trafegam pelo sistema cerca de 115 mil veículos por dia, em média. 
Somados os casos nas duas rodovias, todo o SAI registrou aumento de 3,5% no número de ocorrências. 
O que tem sido feito

 

Em resposta às frequentes ações criminosas, que têm como alvos comuns carros parados no tráfego lento, batalhões do Comando de Choque da Polícia Militar, o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e o Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) fazem, desde junho deste ano, operações especializadas no Litoral, a fim de reforçar a segurança no entorno dessas duas principais rodovias. 

 

Ainda com o objetivo de reduzir o índice de criminalidade no SAI, paredões de concreto com 3 metros de altura foram instalados nos trechos próximos à favela México 70, em São Vicente, e da Vila Esperança, em Cubatão. A medida, apesar de visar inibir a ação criminosa, na prática, para parte dos moradores e motoristas, tem contribuído para o aumento dos casos, uma vez que as estruturas acabam servindo de esconderijo para os bandidos. 

 

O caso mais recente foi registrado no último domingo (18), em um trecho já conhecido pelas autoridades pela incidência de roubos. Assaltantes com os rostos cobertos e portando armas de fogo levaram pânico aos motoristas que desciam a Serra da Via Anchieta, na altura do km 52, no Pinheiro do Miranda, em Cubatão.
Os ladrões atiraram e duas balas acertaram um carro. Quatro pessoas registraram boletins de ocorrência para relatar que foram vítimas de um “arrastão” na estrada.

Pedras

 

Em boa parte das abordagens, o uso de obstáculos e pedras é comum para barrar os condutores. O caso mais emblemático registrado esse ano foi o do jovem Reinaldo Lima de Souza Júnior, de 17 anos, que morreu após ter sido atingido por uma pedra de mais de 20 kg na Imigrantes, na altura do km 59, na região de Cubatão.  

 

Procurada para comentar as estatísticas, a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou apenas que, neste ano, o policiamento “continua reforçado” por equipes do batalhão de Ações Especiais, Rota, Rocam, Choque, Denarc, Deic e Polícia Civil. A pasta também informou que esse reforço contribuiu para a prisão em flagrante de 161 criminosos nos sete primeiros meses do ano no SAI.  

 

 

 

 


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo