Greve dos caminhoneiros

0
2

Apesar de apelo feito por Bolsonaro, caminhoneiros confirmam greve.
Representantes da categoria cobram, entre outras demandas, uma aposentadoria especial para o setor, um piso mínimo estabelecido para frete e uma fiscalização mais atuante da ANTT.
Um ofício enviado ao governo federal pelo Conselho Nacional de Transportes Rodoviários de Cargas (CNTRC) confirma a paralisação para esta segunda-feira (1º), caso as reivindicações da categoria não sejam atendidas. O grupo sindical afirma ter 40 mil filiados em 22 estados brasileiros.
A Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB) também confirmou participação na greve. De acordo o presidente da ANTB, Jose Roberto Stringascida, a política de preço dos combustíveis é um fator relevante para a paralisação da categoria.
Com informações da Tv Record

Deixar uma resposta

Por favor, inscreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui