Entretenimento

30/04/2018 08:28

Com crescimento de 7,2%, mercado de Whey Protein deve chegar a US$ 12,4 bilhões em 2021, diz pesquisa

Suplemento é utilizado principalmente por jovens frequentadores de academia

O mercado global do popular suplemento Whey Protein valia US$ 8,2 bilhões em 2015. Até 2021, a expectativa é que esse valor chegue a US$ 12,4 bilhões, com crescimento médio de 7,2%. Os dados são de uma pesquisa feita pela consultoria de mercado Zion Market. O produto é proveniente de diversos processos industriais aplicados ao leite e ganhou projeção por causa da facilidade de absorção pelo corpo e da utilização do suplemento para melhorar o rendimento de treinos e durante atividades físicas.

                        O Whey possui proteínas, carboidratos, vitaminas, gorduras e minerais, e ajuda a trabalhar o anabolismo muscular, a manutenção do tecido muscular ou a recuperação das fibras de praticantes de atividade física em geral. Tecnicamente, pode ser chamada de Whey apenas a proteína do soro do leite.

                        O estudo mostra que o produto é consumido, principalmente, em dietas suplementares, com 60% do mercado global de Whey envolvido com esse tipo de alimentação.

                        De acordo com o estudo, o aumento na venda desse produto tem a ver com uma geração mais jovem que deseja praticar esportes e frequentar academias. Outros elementos que contribuem para este cenário são os maiores cuidados com a saúde e o aumento da porcentagem de pessoas mais velhas ao redor do mundo. O que impulsiona essa busca é o público jovem, que se interessa cada vez mais por uma vida fitness.

                        A Europa domina o mercado de Whey no mundo, já que conta com 37% do mercado global do suplemento, com crescimento de 8,2% ao ano. O principal público são os jovens de academia, apesar do continente também ter pessoas mais velhas que passaram a consumir o produto com menos desconfiança. Em seguida, estão os EUA, com 32% de todo o mercado do produto. Alguns fatores que podem ter contribuído com esse resultado foram a tendência de comidas saudáveis e o fato do produto fornecer energia para consumidores que não tem tempo de ter uma dieta adequada no dia a dia.

                        A Ásia tem 21% do mercado de Whey Protein e é um dos próximos alvos dos produtores do suplemento, juntamente com a Índia, onde a expectativa é de crescimento de até 20% entre 2019 e 2020 (de US$ 2,2 bi para US$ 6,1 bi). A Índia é vista como um mercado muito promissor, já que tem 300 milhões de pessoas em camadas sociais que se interessam por um estilo de vida ligado à saúde. A preocupação com a aparência e com o estilo de vida também está presente na China, o que faz do país um mercado favorável para o Whey. Por fim, o relatório da Zion destaca que a América Latina é um mercado menor do produto, mas com grande potencial devido ao aumento de renda dessas populações.


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo