Entretenimento

14/09/2017 02:00 Autor Flávio França

Death Note NetFlix

Como minha primeira matéria neste site, resolvi falar sobre um filme que foi feito há pouco tempo pela Netflix, o famoso Death Note, e o que vi em vários Sites, Blogs e Redes Sociais, o filme teve muitas criticas dos fãs.

O filme que até pouco tempo atrás era avaliado como uma possível grande produção,  parece que decepcionou muitos fãs.

Mais a questão é, porque este filme foi tão criticado? Será que é tão ruim? O diretor do filme realmente estragou a obra?

Nas linhas a seguir exponho minha visão sobre o filme.

Se comparado com anime, este filme tem muitas cenas contadas de forma acelerada ou seja, a história não conseguiu ser mais aprofundada, como no anime ou o próprio mangá, pois é muito complicado colocar dentro de 01:40:00 uma série com mais de 30 episódios.

Muitos apontaram o fato de alguns personagens terem seus nomes modificados da versão original, assim como :  Light demonstrar muito medo ao ver Ryuk pela primeira vez e  ser considerado um nerd que sofre bullying dos outros colegas, morar apenas com o pai, pois no filme sua mãe se encontra falecida e sua irmã nem ao menos ser mencionada, e o personagem L agir de forma impulsiva diversas vezes, entre outros pontos.

O filme produzido nos Estados Unidos tem como foco principal o público americano, portanto a diferença entre o filme e o anime são grandes, e mesmo bem diferente em muitos aspectos não é totalmente ruim, pois até mesmo os seus criadores avaliaram positivamente o filme, gostaram das mudanças em relação à história, e a expectativa é que o filme conquiste um público maior que ainda não conheça Death Note.

Outros casos de adaptações:

Quando o filme Rurouni Kenshin (Samurai X) foi lançado muitos fãs criticaram pelo fato da história ser contada de forma rápida, a personalidade dos personagens não ser igual a do mangá, e até a cor do cabelo de Kenshin Himura ser de tonalidade diferente da mostrada no anime.

Outro caso foi o filme Godzilla de 1998, que teve sua versão americana muito criticada, pois a criatura se parece muito mais com um Dinossauro do que com famoso monstro japonês.

Um caso bem interessante e não muito conhecido, foi que na década de 70 a editora Marvel foi procurada pela Toei Company, com a ideia de produzir alguns seriados baseada em super-heróis americanos.

As primeiras adaptações foram nas primeiras séries Super Sentais, das quais tiveram seus heróis principais e alguns vilões inspirados nos personagens da Marvel.

O caso mais interessante foi do Homem Aranha Japonês, que ficou bem diferente daquele que nós conhecemos.

O Homem Aranha japonês luta contra monstros parecidos com os que encontramos em séries como Jaspion e Changeman, possui um robô gigante chamado Leopardon, entre muitos elementos que encontramos em seriados japoneses, e mesmo totalmente diferente a série é muito elogiada por fãs e até mesmo Stan Lee, o criador do Homem Aranha.

Respeito a critica de todos os fãs, mais acredito que devemos entender que por se tratar de uma produção realizada por outra cultura, muitos pontos podem ser mudados e adequados, com a intenção não de prejudicar, mais de atingir novos rumos, conquistando cada vez mais e mais fãs.

Autor Flávio França


RECEBAINFORMATIVOS

Receba novidades sobre vagas de emprego e notícias do site em seu e-mail

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita.
Copyright 2010-2017 INFORMA ABC © Todos os direitos reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo